segunda-feira, 14 de maio de 2018

tarde abençoada.





De volta a Évora, passados cerca de dois anos, desta vez para desenhar uma das 27 igrejas intramuros de Évora. O ponto de encontro foi na Praça do Sertório, e feito o primeiro desenho fomos em busca de outras igrejas para aproveitar o resto do tempo até ao momento da partilha.
Quando voltámos à praça, apercebi-me de que a árvore que nos dava sombra era uma Ginkgo Biloba, e tive a confirmação de que Évora ocupa um lugar especial no meu coração, desde a primeira vez que a vi. :)

1 comentário:

  1. Para além dos bonitos desenhos, a tua presença é sempre óptima.

    ResponderEliminar