sexta-feira, 21 de abril de 2017

detalhes.


 
Já perdi a conta aos passeios a pé que fiz no último ano. Uns curtos, outros mais longos, alguns para os lugares de sempre e outros para sítios desconhecidos. Andar a pé permite-nos ver tudo com mais vagar, sem pressas, fazer paragens para respirar e/ ou desenhar.

2 comentários: